Click here for English version
Cliquez ici pour la version en français

Por Diana Morais
Coach de Consciência

Alguns ditados populares contêm uma certa verdade escondida sobre o funcionamento do universo. Ouvi recentemente o provérbio chinês “se você pensa que sabe, você não sabe” e parece ser um axioma sobre modéstia. Na verdade, tudo na natureza existe em abundância, e as nossas galáxias estão em expansão sem parar, então modéstia me parece mais uma moeda para o business da culpa. Somos feitos de corpo e alma, ou inteligência física e metafísica, considerando o objetivo de desmistificar o místico, vamos usar hardware (corpo) e software (inteligência por trás).

Quando entendemos a dualidade dessa natureza e as usamos para seus devidos propósitos, nós sabemos o que tem que ser feito, não há hesitação. A premissa da lei de causa e efeito é que somos os únicos responsáveis por tudo em nossas vidas. Então se a situação atual não satisfaz, há uma mudança interna a ser trabalhada, para esclarecer o propósito dos próximos passos. Posso mudar de emprego porque não suporto mais o meu chefe ou porque já não sou desafiada na minha posição atual. No entanto, posso mudar de emprego porque quero alcançar meu melhor potencial e continuar crescendo. A ação de pedir demissão será a mesma em qualquer caso, mas o porque de minha ação é que faz toda a diferença a longo prazo. Claro que isto é mais do que uma frase. Há um esforço envolvido para alcançar uma integração, uma paz interior com minha decisão para criar uma satisfação permanente, e este esforço pode ser praticado em outras situações “sem importância”. Isto é o que nos dá clareza, mesmo que não enxergamos a olho nu.

A primeira opção poderia me satisfazer, mas desapareceria depois de algum tempo, e o ciclo se repetiria na busca pelo próximo prazer momentâneo.  Sem querer confundir Confucius ainda mais, certifique-se de ajustar a sua bússola interna para que saiba o que mudar, ao invés de pensar que sabe o que mudar.

Mude agora e viva outro efeito.