por Diana Morais
Coach de Consciência

Em uma conversa com um amigo distante, perguntei como estava sua vida e a resposta automática foi: na correria. Estamos todos correndo e raramente nos perguntamos porquê. Alguns dirão: corro atrás do dinheiro, atrás do trabalho e algumas ainda respondem, atrás do namorado.

Agimos como animais racionais ou animais domesticados e condicionados? Vivemos baseados no conceito de que tempo é dinheiro e na ignorância de que rapidez é sinônimo de inteligência e competência. Preste atenção em quantas doenças criamos trabalhando enlouquecidamente. Pelo menos tanta dor e sofrimento, nesta pobre vida injusta, serve para gerar muitos empregos na industria farmacêutica e no business da fé.

Esta consciência de correr atrás nos leva a viver em círculos onde qualquer coisa dirige nossas vidas e simplesmente atrasamos o amadurecimento dos nossos desejos. Mas qual é o nosso desejo afinal?

Enxergar nosso propósito aqui no mundinho atômico, facilita entender que somos um desejo ambulante e sem a integração de nossas naturezas física e metafísica, fica corrido tomar o controle de nós mesmos e do que é o melhor para a vida de cada um.

Desacelerar é a primeira atitude que devemos tomar para assumir o controle. Assim, a inteligência criadora, que apenas reflete nossas atitudes, pode prover a realidade correspondente. Tenha todo o tempo do mundo, rompendo com o conceito de que precisamos correr porque a vida acaba. Aja sem correria, mesmo que esteja com pressa. Com serenidade controlamos todas as situações da vida.

Mude agora e viva outro efeito.